Assaltos a bancos caem 37% no 1º semestre, diz Febraban

O número de assaltos a bancos e de ataques a caixas eletrônicos caiu no 1º semestre, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (1) pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Nos 6 primeiros meses do ano, ocorreram 36 assaltos e tentativas de assaltos a agências bancárias em todo o país, número 37% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado (57).

Já o número de ataques a caixas eletrônicos também caiu de 353 no 1º semestre de 2019 para 253 em 2020, um recuo de 28%.

Em todo o ano de 2019, aconteceram 119 ataques a agências e 567 a caixas eletrônicos. Em 2018, foram, respectivamente, 171 ataques a bancos e 1.025 a caixas eletrônicos.

O levantamento feito pela Febraban engloba 17 instituições financeiras, que respondem por mais de 90% do mercado bancário.

Apesar da queda do número de assaltos e ataques coincidir com o período de pandemia de coronavírus, a Febraban atribuiu o resultado à “investimentos maciços feitos pelo setor em tecnologia e capacitação de pessoal”, além da “contínua interlocução e colaboração com as autoridades policiais de todo o Brasil, com o envio de informações necessárias à prevenção e repressão dos crimes relacionados ao sistema financeiro”.

“Esse ciclo de queda teve início no ano 2000, quando tivemos 1.903 ocorrências em todo o país. De lá para cá, o número de assaltos vem caindo de forma contínua e consistente”, afirmou, em nota, Walter de Faria, diretor adjunto de Serviços Bancários da Febraban.

A federação destacou que o aparato de segurança dos bancos inclui sistemas de capturas de imagens, câmeras de visão noturna, sistemas de reconhecimento facial e “sensores que identificam situações fora do comum”, como aumento repentino de temperatura na agência ou movimentação dos caixas eletrônicos.

Fonte: G1