Brasil perdeu uma multinacional a cada três meses desde 2018

A saída da Ford do Brasil, anunciada na última segunda (11) é mais um golpe na indústria brasileira. Desde 2018, ao menos 15 multinacionais de vários setores deixaram o país, num movimento dramático no setor industrial, com fechamento de fábricas e empregos. O dado foi divulgado pelo jornal O Globo.

Entre 2000 e 2019, a participação da indústria de transformação (que exclui petróleo e minério) no Produto Interno Bruto (PIB) encolheu, passando de 13,1% para 10,1%. Com a pandemia, ficou abaixo dos 10% pela primeira vez entre janeiro e julho de 2020.

É a menor participação do setor desde 1947, segundo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi).

*M1