Caixa libera nesta terça auxílio emergencial para nascidos em junho

Nesta quarta-feira (13), a Caixa Econômica Federal libera os nascidos em junho para saque do auxílio emergencial. Dessa forma, os beneficiários podem sacar em espécie e transferir os valores recebidos nas duas últimas parcelas do benefício. Na sexta-feira, é a vez dos nascidos em julho sacarem o dinheiro.

Antes dessa liberação para saques e transferências, os beneficiários já podiam movimentar o dinheiro através do aplicativo Caixa Tem. Para pagar contas domésticas e boletos, bem como para fazer compras online com o cartão de débito virtual.

Quem pode sacar hoje o auxílio emergencial?

Cerca de 3,4 milhões de beneficiários que fazem aniversário no mês de junho podem sacar a partir de hoje as duas parcelas finais do auxílio emergencial. Elas foram depositadas em poupança social digital nos dias 30 de novembro e 18 de dezembro. Fazem parte dos ciclos 5 e 6 do auxílio emergencial, respectivamente. Esse calendário contemplou os inscritos via Cadastro Único, aplicativo ou site da Caixa.

Como fazer saques e transferências?

É possível fazer o saque do auxílio emergencial com cartão da conta poupança da Caixa. Já para saques sem cartão, é necessário fazer login no aplicativo Caixa Tem. Depois, apertar na opção “Saque sem Cartão” e gerar um código para saque. Esse código poderá ser usado em até uma hora para sacar o dinheiro em casa lotérica, correspondente Caixa Aqui e agência da Caixa.

Além disso, também está liberada a transferência das últimas parcelas do auxílio emergencial. Para esse procedimento também é preciso fazer login no aplicativo citado. Feito isso a orientação é clicar em “Transferir dinheiro”, digitar os dados da conta que se deseja transferir, colocar o valor e apertar em “Confirmar”. Por fim, o comprovante poderá ser salvo ou compartilhado.

Parcelas totais do benefício

Nota-se que os beneficiários receberam cinco parcelas de R$ 600 (ou R$ 1200 para mães chefe de família). Depois disso, passaram a pegar até o fim do ano parcelas do auxílio residual de R$ 300 (ou R$ 600 para mães chefe de família). Veja as quantidades de parcelas totais a depender do lote em que o cidadão entrou no programa:

  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em abril pega 9 parcelas no total;
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em maio pega 8 parcelas no total;
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em junho pega 7 parcelas no total;
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela em julho pega 6 parcelas no total;
  • Beneficiário que recebeu a 1ª parcela a partir de agosto pega 5 parcelas no total.

Para os beneficiários de fora do Bolsa Família, o pagamento do auxílio emergencial foi dividido em seis ciclos com datas para depósito em conta digital e para liberação de saques e transferências. Seguindo a ordem do mês de nascimento dos cidadãos. O último depósito do benefício em poupança social digital foi feito no dia 29 de dezembro. Ao passo que a liberação para saque do auxílio emergencial segue até dia 27 de janeiro.

Já para os inscritos no Bolsa Família os pagamentos finais ocorreram entre os dias 10 e 23 de dezembro. O calendário seguiu a ordem do final do Número de Identificação Social (NIS) e ocorreu nos dez últimos dias úteis de cada mês.

Próximas liberações para saque do auxílio emergencial

O auxílio emergencial foi criado com a finalidade de amparar trabalhadores informais, autônomos e desempregados durante a pandemia da Covid-19. Por fim, há mais seis datas de liberação para saques e transferências do auxílio emergencial, relacionadas aos nascidos de julho a dezembro. Confira:

  • 15 de janeiro: liberação para nascidos em julho
  • 18 de janeiro: liberação para nascidos em agosto
  • 20 de janeiro: liberação para nascidos em setembro
  • 22 de janeiro: liberação para nascidos em outubro
  • 25 de janeiro: liberação para nascidos em novembro
  • 27 de janeiro: liberação para nascidos em dezembro

*DCI




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *