Confira o calendário de saque do auxílio emergencial 2021

Os pagamentos do auxílio emergencial já começaram, mas os beneficiários ainda não estão liberados para sacar e transferir o benefício. Isso vai acontecer a partir do dia 04 de maio, com o início do calendário de saque do auxílio emergencial 2021. Nota-se que, depois de receber o depósito do dinheiro em conta digital, os cidadãos devem esperar algumas semanas pela liberação do saque em espécie e transferência.

Em relação ao pagamento do auxílio emergencial para os beneficiários de fora do Bolsa Família, há um cronograma de depósito das parcelas em poupança social digital e outro para liberação de saques e transferências.

Os cidadãos recebem o dinheiro de acordo com seu mês de nascimento. Sendo assim, todos os aniversariantes de janeiro recebem as parcelas nas mesmas datas, por exemplo.

Para os integrantes do programa Bolsa Família o calendário é diferente. Eles recebem o auxílio emergencial seguindo o cronograma regular do programa. Dessa forma, o pagamento ocorre nos dez últimos dias úteis de cada mês e leva em consideração o final do Número de Identificação Social (NIS) dos cidadãos.

Então, esse grupo não precisa esperar alguns dias para poder sacar o dinheiro. É possível retirar os valores em espécie a partir da data de depósito.

Calendário de saque do auxílio emergencial 2021

Na nova rodada do auxílio emergencial, está previsto o pagamento de quatro parcelas. Os depósitos em conta digital da Caixa tiveram início no dia 06 de abril, ao passo que as liberações para saques e transferências só devem começar em 04 de maio.

Além disso, a última liberação de saque acontece no dia 10 de setembro referente a quarta parcela para os nascidos em dezembro.

Confira então o calendário de saques completo para as quatro parcelas do benefício de 2021.

Calendário de saque da 1ª parcela

A liberação para saques da primeira parcela do auxílio emergencial ocorre entre os dias 04 de maio e 04 de junho.

  • 04 de maio: nascidos em janeiro;
  • 06 de maio: nascidos em fevereiro;
  • 10 de maio: nascidos em março;
  • 12 de maio: nascidos em abril;
  • 14 de maio: nascidos em maio;
  • 18 de maio: nascidos em junho;
  • 20 de maio: nascidos em julho;
  • 21 de maio: nascidos em agosto;
  • 25 de maio: nascidos em setembro;
  • 27 de maio: nascidos em outubro;
  • 1º de junho: nascidos em novembro;
  • 04 de junho: nascidos em dezembro.

Calendário de saque da 2ª parcela

Em seguida, no calendário de saque da segunda parcela do auxílio emergencial, as liberações ocorrem entre os dias 08 de junho e 08 de julho.

  • 08 de junho: nascidos em janeiro;
  • 10 de junho: nascidos em fevereiro;
  • 15 de junho: nascidos em março;
  • 17 de junho: nascidos em abril;
  • 18 de junho: nascidos em maio;
  • 22 de junho: nascidos em junho;
  • 24 de junho: nascidos em julho;
  • 29 de junho: nascidos em agosto;
  • 1º de julho: nascidos em setembro;
  • 02 de julho: nascidos em outubro;
  • 05 de julho: nascidos em novembro;
  • 08 de julho: nascidos em dezembro.

Calendário de saque da 3ª parcela

A liberação para saques em espécie da terceira parcela do benefício ocorrerá de 13 de julho a 12 de agosto.

  • 13 de julho: nascidos em janeiro;
  • 15 de julho: nascidos em fevereiro;
  • 16 de julho: nascidos em março;
  • 20 de junho: nascidos em abril;
  • 22 de julho: nascidos em maio;
  • 27 de julho: nascidos em junho;
  • 29 de julho: nascidos em julho;
  • 30 de julho: nascidos em agosto;
  • 04 de agosto: nascidos em setembro;
  • 06 de agosto: nascidos em outubro;
  • 10 de agosto: nascidos em novembro;
  • 12 de agosto: nascidos em dezembro.

Calendário de saque da 4ª parcela

Para finalizar o calendário de saque do auxílio emergencial 2021, a liberação para retirada em espécie da quarta parcela vai ocorrer de 13 de agosto a 10 de setembro.

  • 13 de agosto: nascidos em janeiro;
  • 17 de agosto: nascidos em fevereiro;
  • 19 de agosto: nascidos em março;
  • 23 de agosto: nascidos em abril;
  • 25 de agosto: nascidos em maio;
  • 27 de agosto: nascidos em junho;
  • 30 de agosto: nascidos em julho;
  • 1º de setembro: nascidos em agosto;
  • 03 de setembro: nascidos em setembro;
  • 06 de setembro: nascidos em outubro;
  • 08 de setembro: nascidos em novembro;
  • 10 de setembro: nascidos em dezembro.

Como sacar o auxílio emergencial?

Além do calendário de saques do auxílio emergencial, também é válido conferir qual o procedimento para pegar o dinheiro em espécie.

A partir da data de liberação para o seu mês de nascimento, o cidadão tem a possibilidade de efetuar saque sem cartão em caixas eletrônicos e casas lotéricas. Para isso, deve acessar o aplicativo Caixa Tem, fazer o login e clicar na opção “Saque sem Cartão”.

Em seguida, será gerado um código que deverá ser informado no caixa eletrônico para efetuar o saque. Nota-se que o prazo para uso desse saque é de até uma hora.

Os integrantes do Bolsa Família conseguem sacar o dinheiro usando o cartão de benefício do programa, seja o Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

O beneficiário pode movimentar ou sacar o dinheiro em até 120 dias após o recebimento da parcela. Caso contrário, os recursos voltam para o governo federal.

Como usar o dinheiro antes da liberação para saques?

Ademais, os beneficiários do auxílio emergencial não precisam aguardar o calendário de saque para usar o dinheiro. Por meio do aplicativo Caixa Tem, é possível pagar boletos e contas domésticas, por exemplo. Para isso, basta fazer login e clicar em “Pagar suas contas”.

Outra opção é gerar um código para fazer compras online. Nesse caso, deve-se clicar em “Cartão de Débito Virtual” e usar o código no momento da compra no site ou aplicativo.

Qual o valor?

O valor médio do auxílio emergencial é de R$ 250, mas há grupos que recebem R$ 150 e outras que pegam R$ 375. Confira:

  • Famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres: recebem parcelas de R$ 250;
  • Pessoas que moram sozinhas: recebem parcelas de R$ 150;
  • Mulher provedora de família monoparental (mãe solteira): recebem parcelas de R$ 375.

 

*DCI