Quase metade da população em idade de trabalhar estava desocupada em 2020

Quase metade da população em idade de trabalhar estava desocupada em 2020
Foto : Roberto Parizotti / FotosPublicas

Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, com a pandemia, o ano de 2020 teve o menor nível de ocupação da série histórica, que começa em 2012. O indicador atingiu 51%. Assim, quase metade da população (49%) em idade de trabalhar estava desocupada ou fora da força de trabalho no ano passado. Em 2019, a taxa de ocupação era de 56,4%.

O nível de ocupação equivale ao número de pessoas ocupadas sobre a população em idade ativa.

A desocupação e a subutilização, que estavam se consolidando em patamares elevados após a crise de 2015 e 2016, cresceram ainda mais em 2020, alcançando, respectivamente, 13,8% e 28,3%.

Os setores que tiveram as maiores perdas de ocupações foram Alojamento e alimentação (-21,9%), Serviços domésticos (-19,6%), Outros serviços (-13,7%) e Construção (-10,1%).

Os jovens, com idades entre 14 e 29 anos de idade, foram também os mais afetados – o nível de ocupação passou de 49,4% em 2019 para 42,8% em 2020.