Weintraub diz que sua ‘prioridade total é sair do Brasil o quanto antes’

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, que anunciou ontem (18) sua saída da pasta, afirmou hoje que deverá embarcar nos “próximos poucos dias” para Washington, nos Estados Unidos, onde vai assumir uma diretoria do Banco Mundial.
Em entrevista à CNN, Weintraub afirmou que a pressa para deixar o país se deve às ameaças de morte que ele alega estar sofrendo. “A prioridade total é que eu saia do Brasil o quanto antes. Agora é evitar que me prendam, cadeião e me matam”, disse ele.
O ainda titular do MEC confirmou também que o presidente Jair Bolsonaro vai colocar o atual secretário-executivo do órgão, Antonio Paulo Vogel de Medeiros, no comando do ministério interinamente.

*M1