Nota do Enem 2020 não será obrigatória para Sisu e ProUni em 2021

Por meio da nota do Enem estudantes do Brasil inteiro podem se inscrever para participar de programas governamentais de inserção ao ensino de nível superior, Por exemplo, no SiSU, Prouni e o Fies.

SiSU
O Sistema de Seleção Unificada é a porta de entrada em instituições públicas de nível superior. Para participar basta que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem e que não tenha zerado a redação.

Em geral, são dois processos seletivos no ano, mas em 2020 tivemos também seleção para vagas remanescentes.

Em 2021 o processo seletivo trará uma grande novidade, a nota do Enem 2020 não será obrigatória para a inscrição. Assim, os candidatos terão a opção de fazer uso de nota alcançada em edições anteriores.

A pergunta que todos se fazem é quando serão abertas as inscrições, mas a data oficial ainda não foi definida, o que já se sabe é que elas devem acontecer no início do semestre letivo de 2021, também por isso serão aceitas as notas de Enem anteriores.

Prouni
O Programa Universidade Para Todos oferece bolsas de estudos (de 50% a 100%) a estudantes que não têm condições de arcar com os estudos em instituições da rede privada. Para participar é necessário, além de ter participado do Enem, realizar a comprovação de renda.

Para as bolsas integrais o candidato só pode ter até um salário e meio de renda familiar por pessoa. Para as bolsas parciais o limite estipulado é de 3 salários mínimos por pessoa que compõe o grupo familiar. Além disso, os participantes não podem ter diploma de nível superior.

Como é de costume, em 2021 o processo seletivo irá utilizar a nota do Enem, no entanto o sistema não receberá a nota da edição de 2020, o mesmo deverá acontecer no SiSU.

Essa medida foi tomada visando não prejudicar os estudantes que não realizarão o exame ou que não apresentarão um desempenho tão bom, tudo isso por conta da pandemia.

FIES
O Fies é o Fundo de Financiamento Estudantil, foi a forma encontrada pelo governo federal de oferecer financiamento dos cursos superiores. Ao longo dos anos ele foi sendo remodelado até chegar ao modelo que hoje é aplicado, em que há modalidades de financiamento.

A primeira concede até mesmo juros zero, por meio de capital da União. A segunda é exclusiva para a região Norte, Nordeste e Centro-Oeste; o capital utilizado vem dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento. Já a terceira modalidade executa os financiamentos com capital do BNDES.

A grande mudança do processo seletivo é quanto a exigência da nota mínima de 400 pontos na redação que passará a ser aplicada já nos processos seletivos de 2021.

Nenhum dos três programas tem calendário definido para o próximo ano. O que se sabe é que a seletivas devem acontecer no inicio dos semestres letivos.

Também não há maiores informações divulgadas oficialmente, sendo necessário esperar pela publicação dos editais.

Cronograma Enem
Prova impressa: 17 e 24 de janeiro de 2021
Enem Digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021
Reaplicação do Exame: 24 e 25 de fevereiro (aplica-se aquelas em casos de intercorrências que impeçam a aplicação da prova, como falta de energia no local de prova, entre outros)
Divulgação do Resultado: 29 de março