Para sua segurança, use a faixa! Por Gabriel Queiroz

Em Santo Antônio de Jesus utilizar a faixa é sinal de perigo, pelo menos em muitas, esse bilhete é verdadeiro.
De forma impressionante o motorista ao proceder uma conversão depara-se com uma faixa de pedestre e não menos raro com pedestres vulneráveis a um atropelamento. Poderíamos até pensar, oras, o motorista conhece a cidade e sabe que ali existe uma faixa. Será? Será que esse motorista é da cidade?
Excetuando as faixas que colocam em risco a vida das pessoas, temos outras que são contraproducentes. Imagine o motorista respeitando um faixa em uma avenida, não vou citar o nome por uma questão de ética, avenida Roberto Santos e nesse momento resolve respeitar a faixa, antes da conversão que dar acesso ao Ministério Público do Trabalho, assim que ele seguir com a conversão e encontrar pessoas na faixa da conversão terá que parar e com isso forçará os carros que estão atrás a pararem por sobre a faixa de pedestres anterior.
Agora imagine que o motorista respeite o semáforo das 4 Esquinas e quando do sinal verde em direção a Parte Matheus, em menos de 30 metros ele resolva respeitar a faixa, o que acontece com o cruzamento 4 Esquinas?
A faixa de pedestre em frente ao Prazer das Carnes é um convite ao atropelamento dos carros que saem em disparada dos semáforos.
E por falar em respeito a vida, o cruzamento do Catavento é algo incrivelmente bizarro para um pedestre. Uma cidade que se diz voltada ao comércio deveria ter uma preocupação maior no assunto.