SAJ: Problemas estruturais e falta de servidores são os principais problemas da Polícia Civil, expõe coordenador da 4ª Coorpin

SAJ: Problemas estruturais e falta de servidores são os principais problemas da Polícia Civil, expõe coordenador da 4ª Coorpin
Delegado Joaquim José Pereira de Souza, Coordenador da 4ª Coorpin em SAJ – Foto: Antônio Carlos/Blog do Valente

Em entrevista ao repórter Antônio Carlos, do Blog do Valente, o Coordenador da 4ª Coorpin em Santo Antônio de Jesus, o delegado Joaquim José Pereira falou sobre a importância da vista da Diretora do Depin e da Delegada Geral da polícia Civil.

Drª Heloisa Campos Brito e Drª Rogéria Araújo se reuniram nesta quarta-feira (19) com delegados da região e autoridades públicas onde discutiram sobre segurança pública, mudanças na Polícia Civil, reforma nas delegacias e concurso público para delegados.

De acordo o coordenador, a 4ª Coorpin abrange 26 municípios e, conforme evidenciou, problemas estruturais e a falta de quantitativo efetivo, são os principais problemas enfrentados pela Policia Civil atualmente.

“A reforma do complexo é urgente, assim como o suprimento do quantitativo efetivo. Nossa sede tem mais de 30 anos e a delegacia de Laje funciona em um prédio alugado. Laje é uma cidade importante e é preciso que seja dada uma solução”, pontuou.

Sobre a deficiência de servidores nas delegacias, o coordenador ressaltou que esta não é uma deficiência somente da região como em todo o estado. Segundo declarou, a falta de pessoal se dá ao número de profissionais que se aposentaram no último ano.

“Estamos tentando trazer mais servidores, mas existe essa deficiência por conta de aposentadorias e licenças, houve uma diminuição no quantitativo.

O delegado falou ainda sobre o número de casos de crimes elucidados na região. Para Joaquim, o trabalho de Inteligência da Polícia Civil garantiu a eficiência do trabalho.