SAJ: advogado Joanito Barbosa consegue liminar e justiça garante auxílio emergencial a desempregado


Um trabalhador desempregado deu entrada no pedido de auxílio emergencial, em março. A surpresa veio no final de maio, após permanecer por mais dois meses em análise, quando recebeu a decisão negativo do benefício.Na informação do Aplicativo, a Caixa Econômica Federal justificava que o trabalhador era servidor público e não teria direito ao auxílio. O cidadão, que está desempregado desde de setembro de 2019, com os documentos em mãos mais a negativa da Caixa, decidiu buscar a Justiça. Através do advogado Joanito Barbosa, que ingressou com mandado de segurança e pedido de tutela de urgência na Justica Federal, tendo revertido a situação em favor do trabalhador. Para o advogado, vislumbrou-se uma situação de direito líquido e certo, pois a verba em disputa tem caráter de subsistência. A liminar foi concedida pela 14 Vara Federal da Bahia. O cidadão pontuou que tem muita gente nessa situação e não procura os seus direitos na justiça, “Acredito que se não buscasse um advogado não teria chance,estou desempregado e preciso dessa renda que agora será paga”, disse.