Justiça nega pedido da defesa de Flordelis para suspender uso de tornozeleira eletrônica

O desembargador Celso Ferreira Filho negou hoje (25) o recurso dos advogados de defesa da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) para suspender a decisão de monitorar a parlamentar com tornozeleira eletrônica.

“Seja sustada a aplicação da medida cautelar no que diz respeito a colocação de tornozeleira eletrônica e do recolhimento noturno até o julgamento definitivo”, diz a decisão do desembargador do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ).

Para Celso Ferreira Filho, o uso do equipamento de monitoramento se faz “realmente necessário” já que a parlamentar ainda não se apresentou para receber o aparelho.

Fonte: Metro1