Flordelis leva bronca de juíza por atraso em audiência da morte de Anderson

 

A Justiça do Rio de Janeiro realiza, na tarde desta sexta-feira (13/11), uma audiência sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmos. Apontada como a mandante do crime, a deputada federal chegou atrasada e levou bronca da juíza Nearis dos Santos.

Dentro da corte, Flordelis chorou e negou que tenha cometido o crime: “Eu não mandei matar o meu marido. Jamais faria isso”, disse. As informações são do G1.

São ouvidas hoje apenas as testemunhas de acusação no processo. A princípio, as de defesa também seriam ouvidas, mas a juíza decidiu desmembrar o procedimento.

A notificação da audiência foi enviada para os endereços de Flordelis no Rio e em Brasília, além de por WhatsApp, após a dificuldade em intimar a deputada para fazer o uso da tornozeleira eletrônica.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *