Justiça nega pedido de afastamento de Dr. Jairinho da Câmara Municipal do Rio

A Justiça do Rio de Janeiro negou o pedido de afastamento do vereador Doutor Jairinho da Câmara Municipal. O vereador foi preso preventivamente na última semana durante as investigações que apuram a morte do seu enteado, Henry Borel, de 4 anos.

A juíza Mirela Erbisti, da 3ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio, indeferiu a requisição feita pela bancada de vereadores do PSOL.

Erbisti argumentou que, por maior que seja o clamor social por justiça, “a liminar em questão esbarra em dois princípios inafastáveis, quais sejam o da presunção de inocência e o da separação dos poderes”.

Fonte: Metro1