Decreto suspende trabalho dos locutores nas portas de lojas em Santo Antônio de Jesus, “Não temos outra fonte de renda”

Imagem ilustrativa / reprodução internet 

Os locutores de porta de loja não podem mais trabalhar nesse período em Santo Antônio de Jesus. Revoltados com a decisão, a locutora Carla Barreto explicou ao repórter Tino Alves que eles já tinham preparado a programação para o Dia das Mães, mas foram impedidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Promotoria, de exercer o trabalho que já é comum na cidade.

“Recebemos a mensagem que estamos proibidos de trabalhar, em plena pandemia vamos ficar sem trabalhar, como pode isso? Não temos outra fonte de renda, vamos trabalhar com o quê?”, questiona.

O locutor Romário Souza relatou que já tentaram proibir o trabalho deles há alguns anos e a categoria protestou até retornar.

“Essa novela se repete, já tentaram nos parar uma vez, nos reunimos e conseguimos trabalhar de volta. Aonde vamos conseguir o nosso sustento? Assim como vocês trabalham para proibir, a gente trabalha porque precisamos. Não conversaram com a gente, só recebemos o decreto”, frisou.